Rua Martin Afonso, 558 - Curitiba - Pr
(41) 3225-5050

Ultrassonografia 4D

SAIBA MAIS

O método de ultrassonografia 4D é uma inovação do método 2D tradicional, transforma as imagens convencionais em imagens tridimensionais, permitindo a visualização de uma imagem mais realista do seu bebê. Nas condições ideias essas imagens obtêm uma qualidade quase fotográfica.

É importante ter em mente que nem sempre as imagens vão sair bonitinhas e claras como gostaríamos. Alguns fatores são determinantes para a qualidade do exame, dentre eles:

  • A posição em que o bebê está. A posição ideal é com o rosto virado para fora da barriga, com bastante líquido amniótico na frente e sem a interferência do cordão umbilical. Se o bebê estiver virado para as suas costas ou estiver com o rosto muito próximo da parede do útero, a imagem pode ficar difícil.
  • O período da gestação. O melhor período para fazer o ultrassom 4D é entre a 26ª e 30ª semanas de gestação.
  • O tamanho do bebê, ou seja, por mais que a gestação esteja dentro do período “ideal”, é possível que com 29 ou 30 semanas seu bebê já esteja num tamanho e posição de dificulte uma boa visualização.
  • A presença de uma camada de gordura na barriga da mãe também interfere na clareza da imagem.

A forma que o exame é realizado não difere da ultrassonografia comum. A grande diferença está no pós-processamento de imagens, realizado pelo aparelho de ultrassonografia. O transdutor tem formato apropriado, capta e envias as imagens para o aparelho de ultrassonografia que faz a reconstrução destes cortes para gerar a imagem em 4D.

Não necessita preparo específico. Solicitamos que não sejam utilizados, cremes ou óleos na barriga da gestante no dia do exame.

É recomendável, também que a mulher tome bastante água antes de fazer o exame, o que ajuda a obter imagens melhores.

Outra dica é levar um doce para comer durante o exame, o que pode fazer com que o bebê mexa e mude de posição.

Obstétrica Quadridimensional 4D